Quero adotar um cachorro: o que devo saber antes de tomar a decisão?

Eles são charmosos, inteligentes, companheiros, leais e capazes de oferecer um amor incondicional. Não é à toa que todo mundo já se pegou falando: “quero adotar um cachorro como animal de estimação”.

Como se tudo isso não bastasse, estima-se que existam mais de 20 milhões de cães abandonados no Brasil. São motivos mais do que plausíveis para querer levar um peludinho para casa.

Felizmente, graças ao trabalho de ONGs e a redes de protetores em sites para doação de animais, a adoção de cães e gatos vem crescendo exponencialmente. Mas, atenção: adotar é uma decisão séria, que exige muito planejamento e dedicação.

6 coisas para considerar antes de adotar um cão

Para quem gosta de animais, mas nunca teve um, passar por uma feira de adoção pode ser uma experiência difícil. Dá vontade de levar todos para casa. No entanto, é preciso cautela.

Embora cães adotados tenham um potencial enorme para trazer muita felicidade, aqui vão algumas questões importantes. Considere-as antes de você tomar essa decisão:

1. Quero adotar um cachorro: antes, pense no seu estilo de vida

Não é porque o cão é adotado que ele não precisa de cuidado, carinho e atenção. Na verdade, é justamente por precisar disso tudo que ele está ali, na feira de doação de cachorro.

Por isso, antes de levar um cachorro para casa, considere se ele não terá de ficar sozinho o tempo todo. Pense também se você está disposto a passear com ele e a oferecer uma vida saudável e feliz.

2. Lembre-se que cães adotados não estão livres de gastos

Na hora da adoção, a contribuição costuma ser simbólica, apenas para repor os gastos no resgate e manutenção do animal.

Mas é importante lembrar que, depois, manter um cachorro bem cuidado custa dinheiro, sem falar que podem acontecer gastos imprevistos.

Para ficar nos desembolsos essenciais, cães saudáveis precisam de boa ração, banhos e tosas regulares, vermífugos e vacinação em dia. Tudo isso deve entrar na conta antes da adoção!

Cachorro branco e marrom na neve

3. Quero adotar um cachorro: mantenha o coração aberto

Não é difícil ouvir pessoas dizendo “quero adotar um cachorro filhote de raça” ou apenas pets em feiras de adoção. Não há nada de errado nisso.

Se você já resolveu adotar um amiguinho, não custa nada manter a mente aberta e considerar também idosos e SRDs. Acredite, quem faz essa escolha dificilmente se arrepende!

4. Tente identificar o porte do cachorro

Por maior que seja seu amor por seu novo amigo, nem sempre ele se reflete no tamanho do apartamento.

No caso de filhotes, por mais que seja impossível determinar o porte final, vale dar uma olhada nas patinhas. Quanto maiores elas forem, maior deve ser o tamanho do cão quando adulto. Na dúvida, uma dica é optar por cães já mais velhos.

5. Pergunte sobre idade e comportamento

A ideia não é fugir de cães mais velhos ou “problemáticos”, mas identificar o que combina com o seu perfil. Filhotes, por exemplo, costumam ser agitados e precisam gastar muita energia, enquanto cães mais velhos tendem a ser mais sossegados.

É preciso escolher o que mais combina com você entre os cachorros para adoção.

6. Quero adotar um cachorro: tenha certeza de sua decisão

É triste, mas é verdade. Algumas pessoas adotam animais sem pensar e acabam se arrependendo da decisão, o que causa muito sofrimento nos bichinhos.

Para que isso não ocorra, pense muito bem antes de levar um novo amigo para casa. Caso esteja em dúvida, algumas ONGs oferecem a opção de adoção de cachorro temporariamente.

Cuidados com o cão adotado

Não custa nada reforçar: os cuidados com cães adotados devem ser os mesmos que você teria com pets comprados. Nada de cair na história de que SRDs são independentes e imunes a doenças!

Cachorro encostado na perna de uma mulher recebendo carinho dela na face

Assim que adotar um cachorro, procure levá-lo o quanto antes a um veterinário para um check-up de saúde. Também é importante garantir, logo no primeiro dia, os itens necessários para que ele se sinta em casa. Cama, comedouro e bebedouro são indispensáveis, além de um local para fazer as necessidades.

Uma coisa é garantida: toda dedicação dispensada a esse cão será retribuída um milhão de vezes em forma de carinho, alegria e bons momentos!

site do café

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *