Pássaro de estimação: veja quais espécies é permitido ter em casa

0
17

Só quem tem ou já teve um pássaro de estimação sabe a alegria que ele leva para dentro de casa. Com cores exuberantes e habilidades que em muitos casos incluem o canto, eles deixam nossos dias mais encantadores e festivos. Mas você já se perguntou quais são as espécies que podemos ter em casa?

No Brasil, o órgão que determina quais são as espécies liberadas para criação em cativeiro é o Ibama. Isso, porque ele divide as raças permitidas em dois grupos: pássaros domésticos e pássaros exóticos.

A seguir, vamos descobrir quais são as diferenças entre eles e quais são as espécies de pássaros de estimação permitidas?

Conheça quais são as espécies de pássaros domésticos

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que para essa lista foram consideradas somente espécies da ordem dos passeriformes. Portanto, ficaram de fora as criadas em casa com frequência, como calopsita, periquito e papagaio, todas da ordem dos psitacídeos.

Os pássaros domésticos são aqueles que não exigem documentação para serem criados em casa. No entanto, é importante que a compra seja feita em um local de confiança, como a Petz. Isso garante que o pet nasceu em cativeiro e é manejado de forma adequada, reduzindo as chances de ele apresentar problemas de saúde e comportamento.

Abaixo, confira os tipos de pássaros domésticos considerados pelo Ibama:

Diamante-de-gould

A principal característica desse pássaro de origem australiana são as cores bem definidas e exuberantes. Ainda que a natureza seja a grande responsável por isso, o ser humano também deu uma forcinha: a coloração que conhecemos hoje é resultado de muitos cruzamentos seletivos.

Entre as cores mais vistas na espécie estão: roxo, laranja, verde, azul, vermelho, amarelo e preto. Além disso, ela mede cerca de 14 cm e pode viver até 10 anos.

Manon

Originário do oriente, mais precisamente da China, o manon tem cores bem menos chamativas que as vistas no diamante-de-gould. Sua coloração costuma incluir somente tons sóbrios, como preto, branco e marrom.

No entanto, é muito dócil e conhecido por uma habilidade especial: por cuidar muito bem de seus filhotes, os manons são muito usados por criadores como amas-secas. Medem cerca de 11 cm e podem viver até 10 anos.

Diamante-phaeton

Também conhecido como tentilhão-escarlate, o phaeton é outro pássaro de estimação de origem australiana liberado pelo Ibama. Como seu nome popular sugere, a espécie chama a atenção por seu corpo quase inteiramente vermelho.

Quanto ao temperamento, estão entre os poucos pássaros de origem australiana considerados um pouco agressivos e territorialistas. Medem cerca de 14 cm e vivem até os 10 anos.

Canário-do-reino

É o famoso canarinho! Também conhecido como canário belga, tem como duas de suas principais características o corpo amarelo e o canto. Afinal, quem nunca ouviu a expressão “cantar como um canarinho”?

Originária das Ilhas Canárias, acredita-se que os canários tenham acompanhado os exploradores na época das grandes navegações. Eles também teriam sido usados por mineiros de carvão como alarme a respeito de vazamento de gás. Medem aproximadamente 12 cm.

Diamante-mandarim

Originária da Austrália e uma das espécies de pássaros domésticos mais populares, o diamante-mandarim chama atenção pelos padrões vistos nas penas, como listras e pontilhados.

Além disso, alguns indivíduos também se destacam na aparência pelas bochechas alaranjadas, que contrastam com o tom cinza do corpo. São sociáveis e preferem viver em pares. Medem cerca de 11 cm.

Essas são todas as espécies de passeriformes consideradas domésticas pelo Ibama atualmente. Você pode conferir a lista completa com todas as espécies de aves, invertebrados e mamíferos que também se encaixam na categoria clicando aqui.

Pássaros exóticos

Além das raças de pássaros domésticos, o Ibama também permite a criação de alguns pássaros exóticos. Nesse caso, para tê-las em casa é preciso ter uma documentação especial.

Esse documento garante que o animal foi criado em cativeiro por criadores regulamentados, portanto, não retirado diretamente da natureza. Esses pássaros também devem possuir anilhas que são o “RG” do pet.

Abaixo, você confere quais são as espécies exóticas que podem ser mantidas como pássaros de estimação. Isso, claro, desde que adquiridas de forma legalizada:

  • Diamante-sparrow e mutações;
  • Star Finch e mutações;
  • Calafate e mutações;
  • Bavete-cauda-longa e mutações;
  • Bavete-cauda-curta e mutações;
  • Bavete-mascarado e mutações;
  • Bichenov e mutações;
  • Diamante-modesto e mutações.

Lembre-se: ao comprar um pássaro de estimação de vendedores não legalizados, você contribui para o tráfico de animais, responsável pela morte de milhares de bichos anualmente.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here