Meu cachorro é agressivo com outros cães: por quê?

Se seu cão é agressivo com outros cães, isso pode afetar seriamente sua socialização. Portanto, é necessário combater esse comportamento tanto no curto quanto no longo prazo.

Muitas vezes, é estranho ver como o cachorro mais carinhoso com seu companheiro humano se torna um animal tão agressivo com outros cães. Isso costuma ser uma grande dor de cabeça para os responsáveis e, em casos infelizes, o motivo de uma consulta no veterinário por algum acidente.

A agressão entre animais da mesma espécie é um problema de socialização que afeta muitos cães hoje em dia. Então, vamos trazer a seguir algumas dicas para compreender esse comportamento. Entender por que isso acontece e como funciona é o primeiro passo para a correção.

Compreendendo a agressão

A agressão faz parte da vida social de qualquer espécie. O ser humano, contudo, construiu uma cultura que tenta minimizá-la e controlá-la, de forma a garantir a coexistência pacífica do grande número de membros da nossa sociedade.

Nos canídeos, no entanto, a lógica não p0de ser a mesma que a aplicada em humanos: a agressão é uma ferramenta tão válida quanto a colaboração ou a compaixão. O problema surge quando o cão só se vale da agressividade para resolver conflitos sociais ou quando a usa de forma inadequada.

Existem vários tipos de agressão em animais sociais, incluindo as seguintes:

  • Agressão por dominância: o cão é uma espécie que se organiza de forma hierárquica. Essa hierarquia é estabelecida por meio da agressão – não da luta. Quando um cão vê sua posição em um grupo ameaçada, ele pode tentar mantê-la por meio de comportamentos claramente agressivos.
  • Agressão por medo: se o cão perceber que está em perigo, sua resposta defensiva pode ser a agressão. Isso costuma ser visto em espécimes com um passado abusivo.
  • Instinto de caça: não é propriamente uma agressão, mas parece que sim quando esse comportamento é observado em casa. Esse comportamento geralmente é direcionado a animais menores que o cachorro ou a espécies que na natureza serviriam de alimento.
  • Agressão por territorialidade: o canídeo está defendendo o espaço que pensa ser seu.
  • Agressão protetora: ocorre quando o cão acredita que sua família está sendo ameaçada.
  • Agressão possessiva: semelhante à agressão territorial, essa agressão visa manter objetos ou recursos que o animal percebe como seus.
  • Agressões redirecionadas: é mais comum do que se pensa e até os humanos a reproduzem, mas a chamamos de “descontar nos outros”. Quando um cachorro está em um estado de alta tensão e excitação, ele pode direcionar seu ataque a alguém – humano ou cachorro – que está fora do conflito.

Como você pode ver, a maioria das razões pelas quais um cão ataca tem a ver com sua experiência, seus sentimentos ou suas percepções individuais. Porém, quando se trata de agressão entre cães, existem outros fatores que devem ser levados em consideração. Vamos descrever quais são eles a seguir.

Por que meu cachorro é agressivo com outros cães?

Quando as agressões do cão são dirigidas exclusivamente a membros de sua própria espécie – e também são repetitivas – pode-se considerar que há um transtorno do comportamento. A situação deve ser diagnosticada corretamente por um profissional, para que a terapia mais adequada seja iniciada.

Existem fatores predisponentes para essa alteração, como a genética ou a raça, mas isso não significa que conviver com raças como o pit bull ou o chihuahua seja perigoso: o principal motivo é sempre a socialização deficiente.

Um cão pode aprender a se socializar ao longo de sua vida, mas há um estágio crítico em que, se ele não adquirir habilidades para se comunicar adequadamente, são estabelecidas as bases para a agressão entre animais da mesma espécie. Essa fase dura até os 3 meses de vida.

Agressões contra outros cães do convívio

Quando um cão que agride vive com outro da mesma espécie, ele pode entender que recursos como comida, água e espaço são limitados e que deve lutar por eles. Por outro lado, será estabelecida uma hierarquia entre os dois animais e esse processo pode envolver alguma agressão.

No entanto, um cão devidamente socializado sempre tentará evitar conflitos antes de recorrer à agressividade. Se esses comportamentos se repetirem ou forem a única maneira que seu cão usa para estabelecer sua posição, você pode ter que lidar com um problema de comportamento.

Agressão contra cães estranhos

Quando as agressões são contra cães de fora do convívio, os principais motivos costumam ser a insegurança, o medo ou problemas de comunicação. Diante desses comportamentos, o mais instintivo é afastar o animal dos outros cães, mas na realidade a solução é o oposto: começar a socializar sob a supervisão de um especialista.

O que fazer se o seu cão for agressivo com outros cães?

A agressão em cães é um problema que causa medo, acidentes, desconforto e estresse a ambas as partes no conflito. No entanto, nunca deve ser motivo para abandono, maus-tratos ou confinamento.

A primeira coisa é saber que um cão, mesmo quando agressivo, nunca é mau. O próximo passo é procurar um especialista, pois é um assunto delicado de se corrigir e o processo deve ser feito sob supervisão. Além disso, é importante descartar doenças físicas no animal antes de atribuir o problema a um transtorno do comportamento.

Para finalizar, a melhor recomendação nesses casos é nunca jogar a toalha. Por trás desse comportamento pode existir um cachorro que passou por experiências horríveis e que precisa redescobrir o mundo.

Por outro lado, o cão pode simplesmente estar precisando de um pouco mais de atenção e ser ensinado de forma diferente. Seja como for, ao ajudá-lo, você descobrirá um ser incrível que encherá os seus dias de carinho.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *