Pesquisa mostra que brasileiros não priorizam cuidados preventivos em pets

Pesquisa mostra que brasileiros não priorizam cuidados preventivos em pets

Pesquisa mostra que brasileiros não priorizam cuidados preventivos em pets

Uma pesquisa inédita, realizada pelo IBOPE Inteligência, em todo o território nacional, chama a atenção para a conscientização da população sobre a importância da posse responsável de um pet. Com a pesquisa, foi possível entender como está o cuidado do brasileiro com estes companheiros atualmente. A intenção da iniciativa é de fazer um alerta, uma vez que este mercado representa, atualmente, mais de 139,3 milhões de animais domésticos no Brasil.

“Muitas vezes os tutores não consideram fatores importantes para a proteção do pet e não executam medidas simples, como adequação do local em que esse animal irá morar ou a ida regular ao médico veterinário. Os animais estão em posição de destaque na composição familiar, por serem considerados mais um membro dela, então estar alerta a esses itens também é um sinal de carinho e atenção”, completa Fernanda.

A pesquisa destaca, ainda, que a maioria das pessoas ainda não possuem o hábito de utilizar medicamentos veterinários de forma preventiva. O levantamento revela que apenas 47% fazem a aplicação de produtos contra pulgas e carrapatos de forma preventiva (de duas a três vezes ao ano) – 51% em cães e 46% em gatos. Os demais ou não utilizam ou só aplicam quando é identificado o problema no animal.

“O tutor precisa sempre fazer consultas ao veterinário e aplicar a medicação antes ser identificado a contaminação do animal. A preocupação principal para isso é que, ao picar, o inseto pode transmitir doenças para o pet – como verminoses, doença de Lyme, leishmaniose, entre outras – que são debilitantes e podem vir a atingir toda a família, justamente por serem transmissíveis do animal ao ser humano”, finaliza Ana Leticia Gulin, gerente de marketing de Saúde Animal da Bayer .

Site do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *