FURÃO DE ESTIMAÇÃO: SAIBA TUDO SOBRE O ANIMAL ANTES DE COMPRAR O SEU

0
19
FURÃO DE ESTIMAÇÃO: SAIBA TUDO SOBRE O ANIMAL ANTES DE COMPRAR O SEU
FURÃO DE ESTIMAÇÃO: SAIBA TUDO SOBRE O ANIMAL ANTES DE COMPRAR O SEU
Você tem vontade de ter um furão de estimação e tem muitas dúvidas sobre como criá-lo? Sabia que o furão — ou ferret, como também é conhecido —, é um animal muito sociável e brincalhão? Trata-se de um animal muito curioso, dócil, que se apega rapidamente ao dono. É bem manso e, geralmente, só reage diante de uma agressão.
Por isso, criá-lo é simples. Bastam alguns cuidados com a higiene, a alimentação e a saúde — o que, certamente, você teria com qualquer outro animal de estimação. Siga as nossas dicas e você não terá problemas.
No entanto, vale lembrar que o furão é um animal exótico, que requer uma autorização especial do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Neste artigo nós apresentaremos algumas orientações de como adquirir esse animal legalmente.
Confira!
ORIGEM DO FURÃO
O furão (ou ferret) é originário da região central dos Estados Unidos. É um mamífero carnívoro, que pertence à família dos Mustelídeos, e pode ser alimentado com uma ração específica, rica em proteínas.
Sua expectativa de vida, geralmente, é de seis a nove anos. É frequente vermos em outros países ferrets criados como cães e gatos. No Brasil, no entanto, não é tão comum vê-los como animais de estimação.
EXIGÊNCIAS PARA TER UM FURÃO DE ESTIMAÇÃO NO BRASIL
O furão passou a ser importado em 1998 (segundo a portaria nº 163, do IBAMA, de 8 de dezembro de 1998). O animal chega com um chip de identificação e castrado, já que é uma espécie que não pertence à nossa fauna — sua proliferação pode, portanto, provocar um desequilíbrio nesta.
De acordo com o IBAMA, os furões são animais considerados exóticos e sua importação só pode ocorrer por empresa autorizada. Essa norma visa evitar o contrabando e a proliferação da espécie por meio de criadouros clandestinos, bem como impedir os maus tratos e o abandono de ferrets na natureza.
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS
O ferret ou furão é um quadrúpede que tem como característica um corpo longo e bastante flexível. Ele possui muitas variedades quanto ao tamanho e a pelagem. Suas orelhas são pequenas e o focinho afunilado. Sua pelagem é bastante densa e seus dentes são bem afiados. As patas desse animal apresentam cinco dedos.
O peso do furão pode variar entre 400g e 2,5kg. Seu comprimento pode ser de 35 a 60 cm, incluindo sua calda, que é bem longa. O furão pode ter cores variadas.
Podemos encontrar animais com pelagens nas cores branca, preta, champanhe, chocolate, tricolor ou canela. Além disso, há padrões reconhecidos: siamês, marmorizado, uniforme, panda e com luvas.
São animais de clima frio e, por isso, não têm boa tolerância ao calor. Temperaturas muito altas, acima dos 28 graus, são altamente prejudiciais a eles. Eles necessitam ter água fresca sempre à sua disposição.
TEMPERAMENTO DO FURÃO
Trata-se de um animal extremamente inteligente, curioso, brincalhão e muito dócil. O furão gosta de pegar objetos e escondê-los — por isso, um bom conselho é não dar mole para ele: guarde tudo bem guardado. Vale ressaltar que existem, no mercado, repelentes que fazem com que seus pets não se aproximem de alguns objetos.
Seu temperamento dócil permite criá-lo tanto em casa quanto em apartamento. Os furões são também muito sociáveis e necessitam ter contato pelo tempo que estiverem acordados.
Por isso, alguns especialistas recomendam criar dois furões, para que um faça companhia ao outro. Eles podem sentir solidão e, consequentemente, apresentar sinais de depressão.
Talvez o maior inconveniente desse animal seja ficar acordado à noite e dormir durante o dia. Contudo, em alguns casos é possível que o dono, com o tempo, faça com que ele se adapte aos seus horários — tarefa bem difícil, já que estamos falando de uma característica da espécie.
É muito difícil que um furão de estimação ataque alguém. Isso até pode acontecer em casos nos quais ele se sinta ameaçado e queira se defender.
CUIDADOS NECESSÁRIOS COM O FURÃO DE ESTIMAÇÃO
O furão é um animal que, como qualquer outro bicho de estimação, necessita de cuidados para se manter saudável. Confira os principais:
ALIMENTAÇÃO
Como se trata de uma espécie carnívora, o furão necessita de proteína animal na sua alimentação. Existem rações específicas para o furão — ricas em proteína, vitaminas e minerais.
Evite dar ao ferret alimentos ricos em açucares ou fibras, pois não fazem muito bem a eles. As frutas devem ser oferecidas de maneira moderada, tendo em vista que, como já mencionamos, são animais carnívoros e, por isso, precisam ter uma dieta de acordo com suas necessidades.
VACINAS
Nos três primeiros meses de vida, o furão precisa receber vacinação específica contra cinomose e raiva, comuns na espécie e que podem levá-lo a óbito. A cada ano o animal deverá receber uma dose de reforço.
SAÚDE
O furão é suscetível a alguns problemas de saúde, como cardiomiopatia dilatada, tumor na adrenal, gripe, insulinoma e linfossarcoma. Por isso, é importante observá-lo e verificar se há sintomas como sonolência ou apatia, abdômen aumentado, queda de pelo, tremores, convulsão, vômitos, mudanças na evacuação e na urina, diarreia.
HIGIENE
Alguns cuidados de higiene com o furão são necessários para conservá-lo saudável: manter a gaiola devidamente limpa, ter uma vasilha sanitária, dar banhos a cada duas semanas ou a cada dois meses — dependendo do estilo de vida do animal. Escová-lo com frequência é também outro cuidado importante com a espécie.
COMO CRIAR UM FURÃO
Além de tudo que já citamos neste artigo sobre os cuidados com o ferret, criá-lo requer alguns diferenciais em relação à criação de um cão ou gato. A princípio, é um animal que necessita total vigilância enquanto estiver acordado, já que é comum que ele entre em buracos e passe por espaços inimagináveis que possibilitem até uma fuga.
Por isso, ele requer cuidados como se fosse um bebê que começa a andar e do qual não podemos desviar o olhar. Ele precisará de uma gaiola (que deve ser mantida muito limpa), uma rede para dormir — já que em média ele dorme entre 18 e 20 horas por dia.
Não podem faltar brinquedinhos para entretê-lo e, como mencionamos, água fresca. Se não puder olhá-lo quando estiver solto, mantenha-o na gaiola. Uma outra boa dica para quem pretende criar um furão é buscar um médico veterinário especializado nessa espécie para obter outras dicas.
Então, se você tem simpatia por esse animal curioso e divertido, que tal ter um furão de estimação? Gostou deste post sobre o ferret? Gostaria de saber mais sobre outros animais exóticos?
Deixe um comentário e sugira outros animais sobre os quais você gostaria que falássemos em nossos próximos artigos! Sua opinião e as suas ideias são sempre muito importantes!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here