6 curiosidades do pinguim-de-penacho-amarelo

Independentemente da classificação do animal, o planeta é grande o suficiente para que em cada táxon exista um espécime minúsculo. No entanto, ainda há muitas espécies a serem descobertas.

Embora ao longo da história o ser humano tenha procurado conhecer o seu ambiente e as espécies que o rodeiam, ainda existem muitos animais pequenos que não foram descobertos: as grandes e impenetráveis selvas ainda guardam muitos segredos. No entanto, a curiosidade do homem o levou a identificar certas espécies bem pequenas.

A maioria desses animais, apesar de seu tamanho minúsculo, é afetada pelo desmatamento e pela destruição de seus habitats, situação que também coloca em risco espécies ainda não conhecidas. A seguir, você descobrirá quais são os 10 menores animais do mundo, do menor ao maior.

1. Ácaro-branco (Polyphagotarsonemus latus)

Embora existam muitos outros aracnídeos bem pequenos, o ácaro-branco (Polyphagotarsonemus latus ), com um tamanho minúsculo entre 0,2 e 0,3 milímetros, é conhecido como o menor aracnídeo do mundo. As fêmeas são ligeiramente maiores que os machos e geralmente habitam as lavouras agrícolas, por isso são consideradas uma praga.

2. O inseto Scydosella musawasensis

No caso dos insetos, esse animal só pode ser observado ao microscópio eletrônico de varredura, pois seu tamanho está entre 0,325 e 0,352 milímetros. Foi descoberto na Nicarágua em 1999, mas somente em 2015 foi possível determinar seu tamanho médio. A causa desse atraso é o tedioso método necessário para estudá-lo.

Outros tipos de insetos bem pequenos e comuns são os mosquitos, que raramente excedem 15 milímetros de comprimento.

3. Carpa do gênero Paedocypris

Esse pequeno peixe tem 7,9 milímetros de comprimento e um curioso crânio que permite observar seu cérebro. Seu habitat são os pântanos de Sumatra e da Indonésia, que estão sendo destruídos pelo desmatamento. Possui hábitos solitários e sua fonte de alimento é o plâncton.

Durante muitos anos, foi considerado o menor vertebrado do mundo, até que novos foram descobertos.

4. A rã Eleutherodactylus iberia

Esse minúsculo anfíbio (Eleutherodactylus iberia) tem o tamanho de uma unha humana. O menor exemplar dessa espécie mede 8,5 milímetros e está presente em Cuba e na América do Norte. É uma espécie venenosa, o que é evidenciado por suas cores vivas. Isso acontece pois os aracnídeos de que se alimenta lhe fornecem toxinas para se defender.

As fêmeas podem medir até 10,5 milímetros, portanto são ligeiramente maiores que os machos. A União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) a lista como uma espécie em perigo crítico de extinção.

5. Cavalo-marinho-de-bargibant

Essa espécie (Hippocampus bargibanti ) vive nas águas do Oceano Pacífico, especialmente em corais perto da Indonésia, a uma profundidade entre 13 e 40 metros. Ele vive na corais chamados gorgônias e seu corpo é coberto por tubérculos para mimetizar-se. Esses animais tendem a se agrupar e até 28 pares foram visualizados em uma mesma gorgônia.

6. Brookesia micra

Se falarmos de camaleões, esse é um dos menores animais do mundo. Seu tamanho médio é de 2,5 centímetros e habitam a ilha de Madagascar. Esses répteis têm um comportamento diurno e à noite sobem em galhos de até 10 centímetros de altura para dormir. Fisicamente, eles são iguais a um camaleão normal, mas em uma versão mini.

7. Colibri-abelha-cubano

Também chamado de zunzuncito, o colibri-abelha-cubano (Mellisuga helenae) é a menor espécie de ave conhecida. Mede cerca de 5 centímetros do bico à ponta da cauda e não ultrapassa 2 gramas de peso. É nativo de Cuba e foi exposto ao mundo em 1850. Esse colibri pode bater suas asas cerca de 80 vezes por segundo em qualquer voo, permanecendo no ar por muito tempo.

Como dado curioso, deve-se notar que essa é a ave com a maior temperatura corporal de todo o táxon, cerca de 40 graus Celsius. Por outro lado, é a ave com menor quantidade de penas no mundo.

8. Jaculus jaculus

Os Dipodinae são uma subfamília de roedores que habitam o norte da África e Ásia. São animais muito curiosos e brincalhões, frequentemente comparados aos cangurus por sua maneira de se mover nos saltos.

Eles medem aproximadamente 8 centímetros da cabeça à cauda, um pouco mais longa que a de outros roedores. Uma das menores espécies incluídas nesse táxon a Jaculus jaculus.

9. Leptotyphlops Carlae

É uma espécie de cobra muito pequena e inofensiva que não ultrapassa os 10 centímetros de comprimento. Foi descoberta na ilha de Barbados em 2008 e se alimenta de larvas de formigas e cupins. Devido ao seu tamanho, não possui presas nem veneno, sendo também totalmente cega.

Atualmente está em perigo crítico de extinção devido ao desmatamento em Barbados e à introdução de outra espécie semelhante: Indotyphlops braminus.

10. Sagui-pigmeu

O sagui-pigmeu (Cebuella pygmaea ) divide com o lêmure a posição de menores macacos do mundo. Na idade adulta, não ultrapassa 35 centímetros de comprimento e 100 gramas de peso. Seu habitat são as florestas tropicais da Amazônia divididas entre Colômbia, Brasil, Peru e Equador. Como outros animais, está ameaçado, mas a situação é considerada pouco preocupante.

Como você pôde ver, os menores animais do mundo têm diferentes tamanhos e quase todos os grupos têm um candidato na lista. Esses seres vivos estão presentes em quase todos os continentes, no entanto, devido ao seu tamanho minúsculo, enfrentam constantemente a extinção devido ao desmatamento causado pelo homem.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *